O Papel da Área da Qualidade para Garantir a Melhoria Contínua
melhoria contínua

É natural que, ao “departamentalizar” as atividades da Gestão da Qualidade, seja traçado um escopo de funções com grande foco na Gestão do Sistema da Qualidade e na Garantia da Qualidade, com uma visão técnica bastante específica. As atividades ligadas a estes processos, por si só, já geram uma significativa demanda aos colaboradores da área, restando pouco ou nenhum tempo e recursos para se dedicarem à Melhoria Contínua, de uma forma geral. Desta maneira, muitas corporações criam áreas exclusivas com esse foco, porém, gerando até redundâncias com o papel que a Gestão da Qualidade deveria exercer.

Ao meu ver, a área da qualidade possui skills como nenhuma outra para desempenhar esta atividade. Boa parte das ferramentas e filosofias utilizadas (lean, 6 sigma, kaizen, dentre outras) já são comumente usadas nas atividades do dia a dia dos profissionais da qualidade. Além disso, na maioria das vezes, também é a área da qualidade que possui os Sistemas de Informação adequados para realizar os estudos necessários na utilização das ferramentas da melhoria contínua.

Dados de entrada como relatórios de auditorias internas, inspeções de produtos, ensaios de performance, os quais, em geral, são gerenciados pelo pessoal da qualidade, são de fundamental importância para qualquer trabalho sistemático de melhoria contínua.

A expertise em gerenciar metas de melhoria de resultados também é um fator que faz com que a área de qualidade possa dar forte contribuição ao programa de Melhoria Contínua da empresa.

Como a qualidade também é uma área que recebe frequentes feedbacks dos clientes, ela pode dar a real necessidade de melhoria a todas as outras áreas, definindo metas e colocando o senso de urgência adequado para a execução dos projetos.

Enfim, desta forma, concluo que, ao gerenciar a Melhoria Contínua de uma operação, a área da Qualidade só tem a ganhar, pois, sem dúvida, a implementação dos projetos irão resultar na melhoria dos indicadores e na robustez do Sistema da Qualidade como um todo.

alexandre-tavares